domingo, 15 de março de 2009

Pequenas notáveis

De acordo com uma crença popular, borboleta quando voa perto de alguém, é sinal de surpresa para aquela pessoa. Estudando um pouco mais sobre a vida das borboletas e o seu ciclo de vida completo, podemos dizer que esta crença faz sentido, uma vez que, a própria borboleta é uma surpresa, pois ela vem de crisálidas impossíveis de descobrir o que sairá de lá de dentro.

Muitas borboletas são confundidas com mariposas, mas, alguns aspectos as diferenciam muito, como por exemplo, o fato de as borboletas repousarem com as asas dispostas para cima enquanto que as mariposas fazem o mesmo com as asas coladas ao corpo. Ou até mesmo, o simples fato de as borboletas possuírem hábitos diurnos e as mariposas, noturnos.

O ciclo de vida de uma borboleta é até hoje um dos fenômenos da natureza mais estudados no mundo todo, pois é uma transformação profunda que exige muito cuidado e precisão na hora das escolhas.

Uma vez que a borboleta ao se preparar para desovar os seus ovos – após o acasalamento que dura cerca de uma hora – precisa usar a sensibilidade de suas patas para sentir o sabor das folhas que farão parte do cardápio exclusivo das futuras larvas, pode-se afirmar que uma borboleta por si só, já é mais do que delicada e sensível como os olhos da maioria das pessoas observam, ela também conta com um critério de escolha muito meticuloso.

O inseto conhecido popularmente como larva, é o estágio seguinte do processo do ciclo da transformação de uma borboleta. Ao estar preparada para deixar o ovo em que se encontra desde o momento da fecundação, a larva come a casca do mesmo, para que assim possa preparar uma espécie de “novo ninho” em alguma folha e começar a comer a parte vegetal do lugar onde está instalada. É assim a vida do lepidóptero (borboleta) na sua forma larval, ela se alimenta durante todo o dia – ou noite – uma vez que precisa criar uma espécie de abastecimento para a sua próxima forma de vida, a crisálida.

O chamado casulo nada mais é do que o lugar onde se encontra a borboleta na sua mais profunda fase de metamorfose. É dentro desta “capa protetora” feita de fios de seda que ela passa de uma larva para uma borboleta adulta.

Já na sua fase adulta – após quebrar o casulo em que se encontrava e aguardar cerca de horas para poder adequar as suas asas ao voo – a borboleta já é alvo de espécies de machos que estão a procura de uma fêmea para o acasalamento, e aí, todo o ciclo é repetido.
O Brasil, por ser um país grande e tropical, abriga uma variedade de borboletas muito grande. Entre elas, podemos citar:


Hesperiídeos Licenídeos Nimphalídeos Papillionídeos Pierídeos

São mais de 24.000 espécies de borboletas existentes no mundo todo. Das menores para as maiores, das mais coloridas para as menos vistosas. Porém, o uso de pesticidas, inseticidas e fertilizantes na agricultura, está contribuindo para o desaparecimento de tais espécies, sem contar as inúmeras que ainda nem foram descobertas, e talvez, nem serão.

As asas de uma borboleta são constituídas somente de escamas, que, ao serem tocadas, se desfazem em forma de pó. Com isso, pode-se condenar uma borboleta a não mais voar, sem conseguir assim, cumprir o seu ciclo de vida vital.

A imagem que temos de uma borboleta ser um inseto extremamente delicado, é a mais pura verdade. Afinal, quem é que não abre um sorriso ao se deparar com um jardim repleto de seres voadores e coloridos?

Por serem seres pequenos e, que para a maioria das pessoas, só dão mais beleza para os demais objetos ou lugares, é preciso saber que elas são seres bioindicadores, e contribuem para que a vida no planeta seja sempre mais saudável.

Por isso dizem “... que algo tão pequeno como o bater de asas de uma borboleta pode causar um tufão do outro lado do mundo”.

3 comentários:

Gabriela Angeli disse...

Amei! Beijos!

Anuska disse...

São lindíssimas... e intocáveis, como tantas coisas na nossa vida. Beijo

Fernanda Sodré disse...

Adorei seu blog. E não sabia das borboletas! Escrevo para dar "meu testemunho" rs...Ontem em uma loja,do nada apareceu uma borboleta, e hoje de manha aconteceu uma coisa inédita na minha casa, uma surpresa mesmo. Nao posos dizer que foi super agradável, mas foi recebi um tipo de visita que JURA que nunca vai aparecer na sua casa as 7:30h da manha.
Bjs, Conheci seu blog através da Gabriela. EStou acompanhando agora!!!